SEPROSC alerta para riscos e fraudes em cooperativas de trabalho para o setor de TI

Um assunto controverso tem tomado a agenda de sindicatos patronais, principalmente na área de TI: as cooperativas de trabalho.

Muitos profissionais da área têm sido convencidos a se filiar a uma cooperativa ao serem contratados. Com isso, deixam de ter todos os direitos trabalhistas que receberiam de uma empresa e parte dessa diferença é acrescida ao salário.

Uma Ação Civil Pública decorrente de Inquérito instaurado pelo Ministério Público do Trabalho está apurando contratações irregulares em Santa Catarina.

As cooperativas de trabalho são previstas na Lei, mas sua legalidade depende da atividade contratada. Denúncias revelam que muitas vezes as cooperativas são utilizadas para contratar profissionais em funções que tecnicamente não se encaixam no formato cooperativo.

As empresas contratantes de cooperativas e os profissionais cooperados devem ficar atentos aos aspectos legais, reguladores e formais da Lei.

FRAUDES

De acordo com pareceres jurídicos recentemente encomendados pelo SEPROSC, as empresas contratantes podem acabar tendo grandes prejuízos com a contratação de mão de obra através de cooperativas sem a devida conformação legal.

“Temos observado a ocorrência de fraudes, relatadas em sentenças judiciais, principalmente no que diz respeito à existência de cooperativas de fachada”, assinala Marcio Gonçalves, presidente do Seprosc.

São inúmeros os casos em que os funcionários contratados através de cooperativas acionaram judicialmente as empresas contratantes, acusando-as de terem forçado essa opção, aproveitando-se de inconsistências jurídicas. Em muitas vezes a empresa acaba sendo condenada por responsabilidade solidária e até mesmo fraude.

O Seprosc tem atuado junto ao Ministério Público do Trabalho para alinhar questões ligadas ao funcionamento das cooperativas, evitando riscos para as empresas associadas.

O presidente Marcio Gonçalves coloca à disposição o sindicato Seprosc para dar orientação jurídica as empresas que tenham dúvidas ou queiram saber mais sobre a questão das cooperativas de trabalho.

SEGURANÇA JURÍDICA

Na visão de especialistas, a própria Lei nº 12.690/2012, que institui as cooperativas de trabalho, admite a probabilidade de ocorrerem fraudes à legislação trabalhista mediante contratação de cooperativas de fachada, razão pela qual o artigo 5º da referida Lei deixa muito claro que “a Cooperativa de Trabalho não pode ser utilizada para intermediação de mão de obra subordinada”.

Existem situações em que os trabalhadores são obrigados a se associarem a uma suposta cooperativa, abrindo mão de direitos como férias, décimo terceiro salário, FGTS, contribuição previdenciária compatível com o cargo exercido e tantos outros direitos.

Se for comprovada uma manobra para disfarçar a relação de trabalho, a consequência advinda de ação trabalhista na Justiça do Trabalho é a declaração de vínculo empregatício entre os cooperados e a empresa tomadora de serviços, como já registrado casos em que cooperativas acusadas de irregularidades foram simplesmente extintas

Publicado em: 17/03/2021 12:00:18

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

Edusoft passa por rebranding e anuncia nova marca corporativa

Edusoft passa por rebranding e anuncia nova marca corporativa

O novo momento, assinado pela Nexia Branding, reforça a preocupação da empresa com a educação e visão de futuro

Empresas são cada vez mais alvos de criminosos da internet, apontam estudos. Saiba como se proteger

Empresas são cada vez mais alvos de criminosos da internet, apontam estudos. Saiba como se proteger

Vazamentos e sequestro de dados afetam desde pequenos negócios até gigantes bilionárias. Especialista em segurança da informação destaca boas práticas para evitar o problema

Empresa de TI de Blumenau investe em programa de treinamento em tecnologia para indústria

Empresa de TI de Blumenau investe em programa de treinamento em tecnologia para indústria

A empresa Teclógica visa conectar estudantes e profissionais das áreas de tecnologia e indústria

Jovem Programador supera meta de inscrições

Jovem Programador supera meta de inscrições

O Senac SC e o Seprosc comemoram o sucesso do Jovem Programador, projeto de capacitação em programação de computadores. A meta inicial foi superada, com 3.174 jovens inscritos, distribuídos nas cidades sedes selecionadas para a primeira edição

Permanência do home office desafia foco e produtividade: gestão automatizada tem se tornado um diferencial

Permanência do home office desafia foco e produtividade: gestão automatizada tem se tornado um diferencial

Sem controle efetivo da pandemia, muitas empresas decidiram manter o trabalho remoto e precisam lidar com os desafios do modelo através de ferramentas que possibilitem maior transparência em relação às entregas dos colaboradores

DATAINFO APOSTA EM FORMAÇÃO DE JOVENS PROFISSIONAIS DE TI

DATAINFO APOSTA EM FORMAÇÃO DE JOVENS PROFISSIONAIS DE TI

Empresa já incentiva projetos que dão oportunidade a formação de jovens na área de Tecnologia

Webinar apresenta impactos da Lei Geral de Proteção de Dados no setor da educação

Webinar apresenta impactos da Lei Geral de Proteção de Dados no setor da educação

Edusoft, em parceria com a ipTrust Tecnologia, promove na próxima sexta-feira, dia 28, o webinar LGPD na Educação – Quais as obrigações das instituições de ensino perante a lei?

Mais de 23 mil veículos e 11 bilhões de mercadorias passaram por sistema logístico da Lincros em 2020

Mais de 23 mil veículos e 11 bilhões de mercadorias passaram por sistema logístico da Lincros em 2020

Empresa conta com plataforma que permite o gerenciamento de todo o processo de distribuição, além da contratação do frete e auditoria de pagamentos. Com investimento em melhorias e novas funcionalidades, marca comemora bons resultados do último ano

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos