Workshop orienta sobre questões sindicais e trabalhistas

Esclarecer sobre questões sindicais e trabalhistas foi objetivo de um workshop promovido nesta terça-feira (08) pela Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec) e o Sindicato das Empresas de Processamento de Dados, Software e Serviços Técnicos de Informática do Estado de Santa Catarina (Seprosc), em Chapecó. O evento foi destinado a gestores de empresas de tecnologia da informação (TI) e foi ministrado pelo assessor jurídico do Seprosc, Rodolfo Ruediger Neto.

De acordo com o instrutor, Chapecó foi a terceira cidade no Estado a receber o workshop neste ano, que já ocorreu em Criciúma e Blumenau. “Estamos visitando as cidades que possuem polo tecnológico. Explanamos sobre questões que impactam no dia a dia das empresas no âmbito trabalhista e sindical, principalmente no que se refere ao enquadramento sindical”, relatou.

Entre os temas que abordados estiveram: enquadramento sindical, o que é Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e quais os seus impactos na organização, rescisão, piso salarial, horário flexível e jornada de trabalho. O instrutor explicou ainda sobre ausências ao trabalho em razão de paralização do serviço público ou eventos naturais, contratação de pessoa jurídica, benefícios complementares, dispensa do aviso prévio e perspectivas acerca das negociações coletivas de trabalho 2016/2017.

A intenção foi orientar e esclarecer dúvidas sobre o assunto. “A Associação tem a função de orientar as empresas do setor de tecnologia da informação para que as organizações possam estar adequadas às questões legais, para que atuem de forma proativa e evitem problemas”, ressaltou o presidente da Deatec, Cesar Bortolini.

De acordo com o secretário adjunto da Deatec e delegado da Associação no Seprosc,Marcio Muxfeldt, o workshop aproximou o sindicato patronal do segmento ao Oeste do Estado. “Também trouxe informações importantes para o setor, já que existe uma negociação própria para a área de tecnologia da informação e que muitos não sabem da importância e dos riscos que correm em não estar sindicalizados na entidade correta, realçou.

Publicado em: 09/11/2016 16:18:49

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

Ex-alunas da inclusão digital relatam conquistas profissionais

Ex-alunas da inclusão digital relatam conquistas profissionais

Eluana Lotero Weber é surda e hoje integra equipe da marketing da HBSIS

PagueVeloz e Bludata contratam desenvolvedores em Blumenau

PagueVeloz e Bludata contratam desenvolvedores em Blumenau

Empresas oferecem horários flexíveis entre outros benefícios

Espaider e Resolubilidade

Espaider e Resolubilidade

Escritórios e departamentos jurídicos enfrentam diferentes níveis de complexidade. O cliente do Espaider pode iniciar com versões mais simples e ampliar suas funcionalidades sem trocar de sistema e sem mexer no banco de dados

Aulas de tecnologia para pessoas com deficiência terão início dia 15

Aulas de tecnologia para pessoas com deficiência terão início dia 15

Programa tem apoio do Seprosc e empresas de tecnologia

Datainfo é aprovada na avaliação CMMI-DEV NÍVEL 3

Datainfo é aprovada na avaliação CMMI-DEV NÍVEL 3

No fim do primeiro semestre deste ano, a Datainfo Soluções de TI conquistou um excelente resultado o 3º nível da avaliação CMMI-DEV.

GOVBR está entre as melhores empresas para se trabalhar

GOVBR está entre as melhores empresas para se trabalhar

Great Place to Work destaca empresa blumenauense de tecnologia

Projeto Inovar

Projeto Inovar

Seprosc proporciona mais um benefício para o seu associado

SEPROSC aborda home office com case da Teclógica

SEPROSC aborda home office com case da Teclógica

Confira a entrevista com Daniela da Cunha, que atua no setor de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Teclógica.

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos