Conheça o Centro de Inovação de Lages, o primeiro de SC

Valmir Tortelli e Carlos José Pereira: Centro de Inovação de Lages foi o primeiro de SC

 

A inovação faz parte das empresas de software naturalmente, independentemente do tempo de existência ou do mercado em que atuam.

Com o objetivo de ressaltar a inovação das empresas associadas, o SEPROSC criou o PROJETO INOVAR.

O presidente João Luiz Kornely destaca que o objetivo é fazer a divulgação gratuita de notícias sobre suas associadas:

“A divulgação é gratuita, sendo feita através do site do SEPROSC e suas redes sociais, com eventual aproveitamento por veículos de comunicação”.

Basta enviar as notícias para seprosc@seprosc.com.br

 

INOVAÇÃO EM LAGES

O vice-presidente do SEPROSC, Carlos José Pereira, esteve em Lages conhecendo o Centro de Inovação instalado na cidade – o primeiro dos 13 centros de inovação do estado a ficar pronto.

Pereira foi recebido pelo empresário Valmir Tortelli, presidente do Órion Parque Tecnológico, instituto criado para gerir o ​Centro​ de Inovação de Lages.

Tortelli é também fundador e presidente da NDD, associada do SEPROSC sediada em Lages, com mais de 400 funcionários e faturamento de R$ 60 milhões.

Na próxima semana estaremos publicando uma reportagem sobre as inovações da NDD.

 

MODELO DE COOPERAÇÃO

​Centro de Inovação de Lages faz parte do ecossistema de inovação em Santa Catarina, que inclui outros 12 parques em construção, todos com a mesma conformação operacional.

A estrutura foi projetada para funcionar de forma integrada, com todos os parques interagindo na busca por novos investimentos e desenvolvimento de empresas com base tecnológica.

Tortelli explicou que em Lages é gerido por um conselho formado por três segmentos:

“Temos no conselho representantes das empresas privadas, prefeitura e universidades. Desta forma definimos ações tanto de interesse das empresas, quanto das ações de interesse público e as ações de ensino e pesquisa”.

As instalações do ​Distrito de Inovação de Lages são amplas.

O espaço total de quatro mil metros quadrados parece bem maior internamente, graças ao conceito arquitetônico que privilegia espaços abertos e muita entrada de luz natural.

O prédio foi erguido numa posição estratégica em relação ao sol.

Nos períodos mais quentes do dia a luz solar bate em paredes mais densas e sem janelas, que absorvem o calor.

As áreas envidraçadas refletem o calor e as áreas internas ficam expostas a temperaturas mais amenas graças aos amplos espaços e à circulação do vento.

Com isso o prédio prescinde de iluminação interna durante o dia e também dispensa o uso de ar condicionado.

Cerca de 40 salas estão distribuídas pelos seus quatro andares, onde já funcionam 20 startups e empresas.

Mais de 40 empresas no total são associadas ao centro, fazendo uso de suas instalações para treinamento, eventos ou uso de módulos para desenvolvimento de projetos.

Os espaços são modulares e podem ser ajustados para receber empreendimentos de diversos portes.

No local foi instalado recentemente uma unidade do SebraeLab, um espaço de estímulo à criatividade, à inovação, ao consumo de informações, à geração de novos conhecimentos, ao aprendizado contínuo e às múltiplas conexões nos negócios.

É o primeiro do Brasil fora de uma capital.

 

INTERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

Governo do Estado investiu R$ 5 milhões na obra do ​Distrito​ de Inovação e mais R$ 1,5 milhão em mobiliário.

Prefeitura de Lages investiu R$ 3 milhões através da cessão do terreno, calçamento, saneamento e iluminação pública.

Valmir Tortelli avalia como bastante positiva a implantação do Centro de Inovação:

“O Centro de Inovação tem contribuído enormemente para o desenvolvimento da TI e de novos empreendimentos na região. Eventos e temas que antes eram abordados de forma isolada por diversos segmentos, agora são tratados em conjunto. Há um melhor e mais eficiente compartilhamento de conhecimento”.

 

Publicado em: 02/05/2018 10:15:23

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

Ex-alunas da inclusão digital relatam conquistas profissionais

Ex-alunas da inclusão digital relatam conquistas profissionais

Eluana Lotero Weber é surda e hoje integra equipe da marketing da HBSIS

PagueVeloz e Bludata contratam desenvolvedores em Blumenau

PagueVeloz e Bludata contratam desenvolvedores em Blumenau

Empresas oferecem horários flexíveis entre outros benefícios

Espaider e Resolubilidade

Espaider e Resolubilidade

Escritórios e departamentos jurídicos enfrentam diferentes níveis de complexidade. O cliente do Espaider pode iniciar com versões mais simples e ampliar suas funcionalidades sem trocar de sistema e sem mexer no banco de dados

Aulas de tecnologia para pessoas com deficiência terão início dia 15

Aulas de tecnologia para pessoas com deficiência terão início dia 15

Programa tem apoio do Seprosc e empresas de tecnologia

Datainfo é aprovada na avaliação CMMI-DEV NÍVEL 3

Datainfo é aprovada na avaliação CMMI-DEV NÍVEL 3

No fim do primeiro semestre deste ano, a Datainfo Soluções de TI conquistou um excelente resultado o 3º nível da avaliação CMMI-DEV.

GOVBR está entre as melhores empresas para se trabalhar

GOVBR está entre as melhores empresas para se trabalhar

Great Place to Work destaca empresa blumenauense de tecnologia

Projeto Inovar

Projeto Inovar

Seprosc proporciona mais um benefício para o seu associado

SEPROSC aborda home office com case da Teclógica

SEPROSC aborda home office com case da Teclógica

Confira a entrevista com Daniela da Cunha, que atua no setor de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Teclógica.

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos