Deputado destaca importância da desoneração da folha em TI


O boletim Fenainfo Notícias traz ​nesta semana uma entrevista exclusiva com o Deputado Federal Marco Tebaldi (PSDB/SC).

Formado em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o parlamentar, que está na política desde 1992, fala sobre a importância da manutenção da desoneração da Folha para o setor de TI, como essa impacta o desenvolvimento tecnológico do Brasil, e sobre o Projeto de Lei nº 8300/ 2017, de sua autoria, que é de um ciclo virtuoso necessário para o crescimento da economia.

Nos dias 23 e 29 de maio a Câmara e o Senado aprovaram a manutenção da desoneração da Folha, dentre vários setores o de TI.

O SEPROSC, juntamente com a Fenainfo e demais sindicatos do setor de todo o país, participou ativamente de reuniões em Brasília e visitas a gabinetes de deputados e senadores para defender a continuidade da desoneração.

 

Que importância o senhor vê nessa medida para o Brasil?

Acredito que tenha sido a melhor decisão. A desoneração abre espaço para investimentos na modernização do setor, para a qualificação dos profissionais e, consequentemente, traz benefício para a sociedade, que usufrui de serviços estritamente ligados ao desenvolvimento da tecnologia da informação.

 

Como a desoneração nesse setor - de tecnologia da informação (TI) - pode impactar a economia positivamente?

A desoneração deverá ajudar na geração de empregos, além de estimular a competitividade das empresas de TI, que, mais qualificadas, esquentarão o mercado desse serviço essencial. Por consequência, empresas beneficiadas por esses serviços renderão muito mais, criando a mesma competitividade em outros setores mais próximos da população.

 

Na sua opinião o que precisa ser feito para que o desenvolvimento tecnológico no Brasil ocorra?

Precisamos investir na educação, embora, infelizmente, a medida não venha a solucionar os problemas de imediato. Precisamos plantar a semente de um pacto pela educação, para, enfim, num médio prazo, consigamos colher os frutos. Mas precisamos começar em algum momento, e essa questão é mais do que urgente. O Brasil precisa entender que uma economia dinâmica significa uma economia diversificada, e que um setor de TI qualificado é fundamental para o desenvolvimento tecnológico do país, além de ser crucial para que outros setores da nossa economia possam concorrer no mercado internacional.

 

Como o Projeto de Lei nº 8300/ 2017 se encaixa no contexto de desenvolvimento tecnológico nacional?

O projeto de minha autoria visa levar, acima de tudo, segurança jurídica para o setor de escritórios virtuais e co-working. Esse setor é a cara na nova economia, do empreendedorismo dinâmico, jovem e diversificado. Os escritórios virtuais servem de base para muitas grandes ideias, que precisam de um lugar seguro para se desenvolverem. O projeto quer dar essa segurança, tanto para o empresário, quanto para o cliente empreendedor. Assim podemos garantir um ambiente propício ao desenvolvimento tecnológico sem riscos para ninguém.

Publicado em: 06/06/2018 09:59:28

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

Ellevo e Renew Solutions firmam parceria para projetos de robotização

Ellevo e Renew Solutions firmam parceria para projetos de robotização

Integração auxilia empresas no processo de transformação digital

PESQUISA DE REMUNERAÇÃO DO SETOR DE TI NACIONAL - EDIÇÃO 2019

PESQUISA DE REMUNERAÇÃO DO SETOR DE TI NACIONAL - EDIÇÃO 2019

O Seprosc e a SinSalarial o convidam para participar da mais completa Pesquisa Salarial do Setor de Tecnologia no Brasil.

GOVBR Disponibiliza Software para o preenchimento do SIOPS 2019

GOVBR Disponibiliza Software para o preenchimento do SIOPS 2019

Prefeituras que não cumprirem os prazos podem ter suspenso o repasse de recursos da União

Evento gratuito vai discutir benefícios e aplicações de Centros de Serviços Compartilhados

Evento gratuito vai discutir benefícios e aplicações de Centros de Serviços Compartilhados

Programação realizada pela Ellevo terá palestra de Carlos Magalhães, autor de um dos principais livros sobre o tema. O Shared Service Talks trará ainda painel com executivos de empresas como Compass/GRSA, Bunge e Energisa

WK Sistemas lança programa de estágio para setor de Suporte

WK Sistemas lança programa de estágio para setor de Suporte

Inscrições já estão abertas e, além de formação remunerada, projeto oferece oportunidade de contratação no final do curso

Três formas de usar a tecnologia no terceiro setor para conquistar recursos

Três formas de usar a tecnologia no terceiro setor para conquistar recursos

O especialista no assunto elencou três formas de usar a tecnologia no terceiro setor e garantir os recursos financeiros necessários para desenvolver e manter as atividades funcionando. Confira:

Prefeitura sem papel

Prefeitura sem papel

Sistemas em nuvem otimizam tempo, garantem segurança de informações e agilizam processos em órgãos públicos

Remuneração no segmento de tecnologia

Remuneração no segmento de tecnologia

Práticas e tendências em Santa Catarina (2018)

Fácil aplica Inteligência Artificial na gestão jurídica

Fácil aplica Inteligência Artificial na gestão jurídica

Empresa desenvolve o Parker, ferramental próprio de aprendizado de máquina

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos