Investimento em TI é crítico e não pode ser adiado

A máxima mercadológica de que existe oportunidade em cenários de crise parece nunca ter sido tão verdadeira para o mercado de tecnologia da informação brasileiro. Os números de pesquisas desenvolvidas recentemente por instituições de grande representatividade comprovam que espírito comercial dos CIOs e CTOs não esmoreceu com o cenário da crise econômica e política no Brasil: mesmo com a recessão enfrentada pelo país em 2016, os gastos e investimentos em tecnologia das empresas se mantiveram estáveis como proporção da receita, em 7,6%, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Este movimento interno no Brasil faz com que o país ainda desponte entre os 10 do mundo que mais investem em TI: de acordo com o estudo “Mercado Brasileiro de Softwares e Serviços” da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software), em parceria com o IDC, o Brasil manteve-se na liderança de investimentos entre os países da América Latina – e ainda aponta uma previsão de que sua participação aumente em quase 7% para o ano de 2017. Isso mostra que, embora os investimentos tenham sido diminuídos no último ano, o Brasil ainda ocupa uma posição de extrema relevância para o mercado internacional de investimentos em tecnologia, estando no patamar de países como EUA e França.

A este coro de dados positivos se junta o NXTP.Labs, um dos principais fundos de investimentos em tecnologia da América Latina, com mais de 300 empresas ao redor do mundo, que divulgou pesquisa destacando que existem 5 mil empresas relevantes de tecnologia na América Latina, das quais, 125 concentram cerca de US$ 37 bilhões de faturamento. O Brasil lidera o ranking com 48% das empresas, seguido por Argentina (18%) e México (14%).

A que se devem estatísticas que mostram a continuidade dos investimentos no âmbito da tecnologia da informação no Brasil? Primeiramente, os players do mercado sabem que nada dura para sempre e que crises podem criar janelas únicas de oportunidade e que os problemas e desafios de agora, embora pareçam complexos podem, mais tarde, parecerem triviais.

Em segundo lugar, hoje mais do que nunca, é universalmente sabido que a estratégia usada por uma empresa no que tange investimentos e gerenciamento de seu ferramental tecnológico influi enormemente no sucesso ou fracasso que seus negócios terão no futuro. Neste cenário, as empresas compreendem que reside na tecnologia uma das poucas alternativas para que uma companhia, de forma econômica e mensurável, possa endereçar questões como aumento de sua produtividade e redução de custos. As empresas, dos mais diferentes tamanhos a área de atuação, já perceberam - algumas da pior maneira - que uma abordagem reativa aos investimentos em tecnologia, ou seja, quando investimentos só são realizados quando já estão sob forte demanda por defasagem, ou quando são realizados com a mentalidade de gastar o menos possível, invariavelmente resultam em desastres que muitas vezes são de difícil recuperação. Este modelo, que não muitos anos atrás ainda era bastante recorrente, hoje se encontra praticamente em extinção. Empresários, CEOs e investidores já compreendem a criticidade que o departamento de TI representa para os negócios de uma companhia.

Após uma fase onde muitas empresas sofreram com perdas de grandes somas de dinheiro em negócios ou até mesmo foram postas para fora do mercado por terem focado seus investimentos em TI unicamente com o objetivo de sobreviver, perceberam que não poderiam competir com players (estes as vezes de menor tamanho e com menos tempo de mercado) que viram na tecnologia uma forma de aumentar grandemente sua produtividade geral e, por consequência, sua competitividade.

Como especialista de mercado de uma das principais empresas globais de consultoria e tecnologia presente no Brasil há mais de 20 anos, percebo que os números das pesquisas divulgadas corroboram hoje a ideia que empresas fornecedoras de soluções tecnológicas vêm pregando há mais de uma década: de que a tecnologia deve ajudar a conduzir negócios e que investimentos no setor proporcionam uma vantagem competitiva no mercado. Investir em uma equipe de especialistas que operam com ferramentas adequadas ao seu negócio é investir em sua infraestrutura de TI de forma consciente, da forma como ela foi concebida para existir: otimizando a produtividade e a rentabilidade de sua empresa.

 

______________________

INDRA NO BRASIL

Presente no Brasil desde 1996, a Indra é uma das principais companhias de tecnologia, consultoria e outsourcing do país. Conta com escritórios distribuídos nos principais estados brasileiros, quatro softwares Centros de Produção e uma oferta diferenciada de soluções e serviços de alto valor agregado que atendem as necessidades dos mais diversos setores da economia.

SOBRE A INDRA

A Indra é uma das principais companhias globais de consultoria e tecnologia, empresa líder em Tecnologia da Informação na Espanha e o parceiro tecnológico para as operações-chave dos negócios de seus clientes em todo o mundo. Dispõe de uma oferta integral de soluções próprias e serviços avançados e de alto valor agregado em tecnologia, que combina uma cultura única de confiabilidade, flexibilidade e adaptação às necessidades de seus clientes. A Indra é líder mundial no desenvolvimento de soluções tecnológicas integrais em áreas como Defesa e Segurança; Transporte e Tráfego; Energia e Indústria; Telecomunicações e Mídia; Serviços Financeiros; e Administração Pública e Saúde. Por meio da sua unidade Minsait, a Indra responde aos desafios que supõe a transformação digital. No exercício de 2016, teve receitas de 2.709 milhões de euros, 34.000 funcionários, presença local em 46 países e operações comerciais em mais de 140. Após a aquisição da Tecnocom, a Indra somou receitas conjuntas de mais de 3.200 milhões de euros em 2016 e uma equipe de cerca de 40.000 profissionais.

Publicado em: 05/10/2017 19:15:38

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

2017 – Um ano de conquistas e o início de uma nova era

2017 – Um ano de conquistas e o início de uma nova era

Artigo e mensagem de final de ano da presidência do SEPROSC

Presidente do SEPROSC destaca importância da contribuição sindical patronal

Presidente do SEPROSC destaca importância da contribuição sindical patronal

Sindicato tem papel crucial na defesa dos interesses do setor e seu crescimento

Programa coordenado pelo SEPROSC capacitará gratuitamente pessoas com deficiência

Programa coordenado pelo SEPROSC capacitará gratuitamente pessoas com deficiência

Após serem capacitados, os aprovados poderão ser contratados por empresas associadas

Reoneração da Folha ameaça desenvolvimento do setor no País

Reoneração da Folha ameaça desenvolvimento do setor no País

Esta é a posição da Fenainfo e SEPROSC sobre a proposta que restitui cobrança de tributos

Ministro da Fazenda ouve reivindicações da TI sobre reoneração

Ministro da Fazenda ouve reivindicações da TI sobre reoneração

SEPROSC participa de maratona de visitas a deputados e autoridades em Brasília

Presidente do SEPROSC em Brasília contra a reoneração da folha

Presidente do SEPROSC em Brasília contra a reoneração da folha

Setor de TI luta para evitar o retrocesso que ameaça empresas do setor

SEPROSC tem participação importante na criação da Contic

SEPROSC tem participação importante na criação da Contic

Confederação é formada pela Fenainfo, Febratel e Feninfra

Convênio beneficia educação de filhos de funcionários de associadas

Convênio beneficia educação de filhos de funcionários de associadas

SEPROSC fechou parceria com o Sesi para formar 16 alunos no programa Espaço de Educação Maker

Tecnologia faz custeio de Estados cair, diz estudo

Tecnologia faz custeio de Estados cair, diz estudo

Cada R$ 1 investido em tecnologia reduz despesas de custeio dos governos estaduais em até R$ 9,42

Investimento em TI é crítico e não pode ser adiado

Investimento em TI é crítico e não pode ser adiado

Artigo de Jorge Arduh, CEO da Indra no Brasil

INPI passa a usar sistema eletrônico para o registro de programa de computador

INPI passa a usar sistema eletrônico para o registro de programa de computador

Sistema proporciona redução da burocracia e celeridade no processo

Espaço de Educação Maker

Espaço de Educação Maker

Um turma exclusiva para associados do Seprosc, com foco em tecnologia, robótica e mercado de trabalho!

Convite - Cloud, Fog & Edge Computing

Convite - Cloud, Fog & Edge Computing

Uma abordagem distribuída e paralela de computação e armazenamento.

Santa Catarina ganha polo de pesquisa tecnológica

Santa Catarina ganha polo de pesquisa tecnológica

Serão financiados projetos de inovação em parceria com empresas

Diretoria eleita toma posse amanhã

Diretoria eleita toma posse amanhã

João Luiz Kornely foi reeleito para mais um mandato

Eleições Seprosc 2017

Eleições Seprosc 2017

Votação nas eleições da nova diretoria do Sindicato Patronal (SEPROSC)

Entidades de TI pedem que Temer mantenha desoneração sobre o setor

Entidades de TI pedem que Temer mantenha desoneração sobre o setor

Retirada representaria duro choque de custo sobre as empresas

Workshop aborda reforma trabalhista e terceirização

Workshop aborda reforma trabalhista e terceirização

Evento acontece em 16 de agosto e tem apoio do SEPROSC

Setor de TI já obteve importantes vitórias em 2017

Setor de TI já obteve importantes vitórias em 2017

Entrevista com Edgar Serrano, presidente da Fenainfo

Empresa de Blumenau consegue liminar para reverter a reoneração na folha de salários

Empresa de Blumenau consegue liminar para reverter a reoneração na folha de salários

Mudança na legislação tributária, segundo entendimento da Justiça, atenta contra a segurança jurídica

SEPROSC defende mudanças nas leis trabalhistas em audiência com senador

SEPROSC defende mudanças nas leis trabalhistas em audiência com senador

Entidade pede que desoneração na folha do setor de TIC seja mantida

Longo destaca importância de saber usar a informação em palestra promovida pelo SEPROSC

Longo destaca importância de saber usar a informação em palestra promovida pelo SEPROSC

Evento contou com a presença de associados no Centro de Eventos Moinho do Vale, em Blumenau

Setor de TI espera demissões se confirmado fim de desoneração da folha

Setor de TI espera demissões se confirmado fim de desoneração da folha

Os empresários também falam em queda de 2% na arrecadação do governo com o segmento e descartam novos reajustes salariais pelos próximos três anos.

Palestra de Walter Longo sobre marketing na era pós-digital

Palestra de Walter Longo sobre marketing na era pós-digital

Evento é promovido pelo Seprosc no dia 23 de junho, em Blumenau

Inscreva-se na palestra de Marketing e Comunicação Na Era Pós-Digital - Com Walter Longo

Inscreva-se na palestra de Marketing e Comunicação Na Era Pós-Digital - Com Walter Longo

Inscrições abertas para palestra de marketing e comunicação na era pós digital

SEPROSC apoia manifesto sobre reoneração previdenciária

SEPROSC apoia manifesto sobre reoneração previdenciária

O SEPROSC apoia integralmente o manifestado pelo setor de Tecnologia da Informação (TI) sobre o impacto negativo da reoneração previdenciária do segmento.

Workshop - Produtividade para empresas de TI

Workshop - Produtividade para empresas de TI

Seprosc apoia Workshop - Produtividade para empresas de TI da Assespro - SC

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda