No trabalho remoto, data center é diferencial de segurança e disponibilidade

Em momento algum de nossa história, tantas pessoas estiveram trabalhando remotamente. Um levantamento da consultoria Betania Tanure Associados (BTA) mostrou que 60% das 359 grandes empresas ouvidas na pesquisa se adequaram ao home office. O cenário que vivemos evidencia a transformação digital como um caminho para a redução de perdas. Nunca estivemos tão conectados, nunca acessamos tantos sistemas.

Mas é também neste mar de conexões, em que a dependência do universo digital se faz presente, que surgem alguns questionamentos: com o alto volume de acessos, como manter a disponibilidade de serviços de TI para os acessos remotos sem comprometer a experiência do usuário e a segurança dos dados e sistemas?

Neste cenário ficam ainda mais evidentes as vantagens que a adoção de data centers terceirizados traz para as empresas. A primeira delas é a redução de custos com estrutura interna, manutenção e equipe 100% dedicada à infraestrutura de tecnologia. Neste momento de distanciamento social, significa que as empresas podem se adequar ao trabalho remoto sem se preocupar com a necessidade de manutenção de um espaço sob sua responsabilidade.

Outra questão que tem se intensificado nos últimos dias é a disponibilidade de serviços. Serviços de data center precisam se adequar a diversas questões de mercado para manter sua carteira de clientes e a garantia da entrega de sistemas ininterruptos é uma delas. Enquanto negócios se ajustam para reduzir perdas, a última preocupação que querem ter é a falta de conectividade com seus sistemas.

Estruturar grandes equipes remotamente sem grandes preocupações é outra vantagem que merece ser destacada. Em uma situação de rápido ajuste, é impossível para empresas com estrutura própria aumentar sua capacidade rapidamente -  o que em nenhum momento é problema através de data center, que possui banda de conexão com capacidade de manter toda a estrutura ativa e com máxima segurança.

Segurança de dados em evidência

Nos deparamos com notícias diárias de ataques hackers e falhas de segurança em soluções utilizadas globalmente. Para o gestor esta é uma preocupação ainda maior, visto que a perda de informações ou mesmo um ataque que possa expor dados dos seus clientes, pode significar o comprometimento de toda a operação, além de problemas judiciais.

É aí que um bom data center, especialmente os certificados internacionalmente, desenvolvidos a partir de diversas regras de segurança, se destacam. Camadas de firewall são desenvolvidas para evitar qualquer problema relacionado à segurança, garantindo assim a possibilidade de acessos externos à empresa.  

Disponibilidade via certificação

Neste contexto, há ainda um diferencial importante quando a empresa opta pelos serviços de um data center certificado por órgãos como o Uptime Institue, reconhecido e respeitado internacionalmente. Neste caso, além de disponibilidade e segurança de dados, outros requisitos dão aos usuários a tranquilidade de que sua infraestrutura da TI está em boas mãos.

As exigências para a certificação são variadas:

         - Seu sistema não sofrerá interrupções por falta de luz, visto que é exigido do fornecedor de data center a redundância em fontes de energia.

         - Além disso, a disponibilidade dos sistemas armazenados na estrutura não pode ser inferior a 99,982% do tempo. Isso significa que o tempo máximo de inatividade aceitável em um ano é de 1,6 hora.

Ao analisar este cenário é visível que, mesmo em uma situação de crise, empresas que se antecipam à segurança de suas estruturas tendem a sair na frente e se destacar no mercado. Seja pela segurança que garante tranquilidade na realização da rotina, seja pela certeza da disponibilidade, para evitar perdas ao seu consumidor final.

* Jean é diretor comercial da Global Gate Data Center, empresa do grupo Bludata e primeira de Santa Catarina a conquistar certificação Tier III para sua estrutura. A companhia é especializada em soluções de nuvem privada, hosting, colocation, disaster recovery (DRaaS) e backup as a service (BaaS).

 

FONTE: BLUDATA

Publicado em: 27/04/2020 07:00:46

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

Edusoft passa por rebranding e anuncia nova marca corporativa

Edusoft passa por rebranding e anuncia nova marca corporativa

O novo momento, assinado pela Nexia Branding, reforça a preocupação da empresa com a educação e visão de futuro

Empresas são cada vez mais alvos de criminosos da internet, apontam estudos. Saiba como se proteger

Empresas são cada vez mais alvos de criminosos da internet, apontam estudos. Saiba como se proteger

Vazamentos e sequestro de dados afetam desde pequenos negócios até gigantes bilionárias. Especialista em segurança da informação destaca boas práticas para evitar o problema

Empresa de TI de Blumenau investe em programa de treinamento em tecnologia para indústria

Empresa de TI de Blumenau investe em programa de treinamento em tecnologia para indústria

A empresa Teclógica visa conectar estudantes e profissionais das áreas de tecnologia e indústria

Jovem Programador supera meta de inscrições

Jovem Programador supera meta de inscrições

O Senac SC e o Seprosc comemoram o sucesso do Jovem Programador, projeto de capacitação em programação de computadores. A meta inicial foi superada, com 3.174 jovens inscritos, distribuídos nas cidades sedes selecionadas para a primeira edição

Permanência do home office desafia foco e produtividade: gestão automatizada tem se tornado um diferencial

Permanência do home office desafia foco e produtividade: gestão automatizada tem se tornado um diferencial

Sem controle efetivo da pandemia, muitas empresas decidiram manter o trabalho remoto e precisam lidar com os desafios do modelo através de ferramentas que possibilitem maior transparência em relação às entregas dos colaboradores

DATAINFO APOSTA EM FORMAÇÃO DE JOVENS PROFISSIONAIS DE TI

DATAINFO APOSTA EM FORMAÇÃO DE JOVENS PROFISSIONAIS DE TI

Empresa já incentiva projetos que dão oportunidade a formação de jovens na área de Tecnologia

Webinar apresenta impactos da Lei Geral de Proteção de Dados no setor da educação

Webinar apresenta impactos da Lei Geral de Proteção de Dados no setor da educação

Edusoft, em parceria com a ipTrust Tecnologia, promove na próxima sexta-feira, dia 28, o webinar LGPD na Educação – Quais as obrigações das instituições de ensino perante a lei?

Mais de 23 mil veículos e 11 bilhões de mercadorias passaram por sistema logístico da Lincros em 2020

Mais de 23 mil veículos e 11 bilhões de mercadorias passaram por sistema logístico da Lincros em 2020

Empresa conta com plataforma que permite o gerenciamento de todo o processo de distribuição, além da contratação do frete e auditoria de pagamentos. Com investimento em melhorias e novas funcionalidades, marca comemora bons resultados do último ano

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos