Gastos com TI no Brasil devem atingir R$ 236,1 bilhões em 2017

Os gastos com TI no Brasil devem atingir R$ 236,1 bilhões em 2017, um aumento de 2,9% comparado a 2016, de acordo com a última previsão feita pelo Gartner. Os analistas afirmam que, no futuro, o fortalecimento da moeda real fará com que o dólar referente a TI vá além, ajudando as organizações a atualizarem suas tecnologias conforme a melhora da economia brasileira.

“A volatilidade significativa da taxa de câmbio e os desdobramentos políticos têm impactado o mercado brasileiro nos últimos dois anos. No entanto, de uma perspectiva de gastos com TI e em um momento de comportamento de austeridade do mercado, o Brasil está começando a mostrar sinais de recuperação. O país está em uma fase de transição em direção às tecnologias com um impacto nos negócios em curto e médio prazo e uma transformação digital em longo prazo”, afirma Luis Anavitarte, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner.

Projeções do Gartner para 2017 em relação a 2016 apontam que o segmento de dispositivos (incluindo PCs, tablets, celulares e impressoras) no Brasil deve atingir um total de R$ 46 bilhões, um aumento de 5,3%. Os gastos com sistemas de Data Center totalizarão R$ 6,8 bilhões, uma queda de 1,4% sobre 2016. Já as despesas com software irão chegar a R$ 14,6 bilhões, crescendo 7,8%. Gastos com serviços de TI alcançarão R$ 55,4 bilhões em 2017, um aumento de 6,3%, e os serviços de comunicação devem ter um crescimento estável, totalizando R$ 113,3 bilhões em 2017. Software e serviços de TI serão a chave para o desenvolvimento do que o Gartner vem chamendo de Infraestrutura da Civilização, uma nova plataforma digital que se estenderá para além da infraestrutura tradicional de TI utilizando novas tecnologias atípicas para a área.

Em muitos aspectos, o Brasil segue a tendência dos gastos globais de TI para o próximo ano, que também devem crescer 2,9% em relação a 2016, totalizando US$ 3,4 trilhões. Mas está um pouco acima da média da América Latina, cuja projeção de crescimento é de 2,5%.

Segundo o instituto de pesquisa, a área de software e serviços de TI são o principal responsável pela expansão dos investimentos. A expectativa do Gartner é que os gastos globais com software cresçam 6% em 2016 e 7,2% em 2017, alcançand US$ $ 357 bilhões. Já os serviços de TI devem responder por US$ 943 bilhões no mesmo período, o que corresponde a taxas de expansão de 3,9% em 2016 e de 4,8% no ano que vem.

Em compensação, o instituto prevê que haverá este ano uma queda de 7,5% nos gastos com equipamentos e de 1,1% nos serviços de telecomunicações. Mas os dois segmentos vão se recuperar em 2017, com crescimento de 0,4%, totalizando US$ 600 bilhões.

Fonte: CIO

Publicado em: 27/10/2016 11:47:08

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

Ellevo e Renew Solutions firmam parceria para projetos de robotização

Ellevo e Renew Solutions firmam parceria para projetos de robotização

Integração auxilia empresas no processo de transformação digital

PESQUISA DE REMUNERAÇÃO DO SETOR DE TI NACIONAL - EDIÇÃO 2019

PESQUISA DE REMUNERAÇÃO DO SETOR DE TI NACIONAL - EDIÇÃO 2019

O Seprosc e a SinSalarial o convidam para participar da mais completa Pesquisa Salarial do Setor de Tecnologia no Brasil.

GOVBR Disponibiliza Software para o preenchimento do SIOPS 2019

GOVBR Disponibiliza Software para o preenchimento do SIOPS 2019

Prefeituras que não cumprirem os prazos podem ter suspenso o repasse de recursos da União

Evento gratuito vai discutir benefícios e aplicações de Centros de Serviços Compartilhados

Evento gratuito vai discutir benefícios e aplicações de Centros de Serviços Compartilhados

Programação realizada pela Ellevo terá palestra de Carlos Magalhães, autor de um dos principais livros sobre o tema. O Shared Service Talks trará ainda painel com executivos de empresas como Compass/GRSA, Bunge e Energisa

WK Sistemas lança programa de estágio para setor de Suporte

WK Sistemas lança programa de estágio para setor de Suporte

Inscrições já estão abertas e, além de formação remunerada, projeto oferece oportunidade de contratação no final do curso

Três formas de usar a tecnologia no terceiro setor para conquistar recursos

Três formas de usar a tecnologia no terceiro setor para conquistar recursos

O especialista no assunto elencou três formas de usar a tecnologia no terceiro setor e garantir os recursos financeiros necessários para desenvolver e manter as atividades funcionando. Confira:

Prefeitura sem papel

Prefeitura sem papel

Sistemas em nuvem otimizam tempo, garantem segurança de informações e agilizam processos em órgãos públicos

Remuneração no segmento de tecnologia

Remuneração no segmento de tecnologia

Práticas e tendências em Santa Catarina (2018)

Fácil aplica Inteligência Artificial na gestão jurídica

Fácil aplica Inteligência Artificial na gestão jurídica

Empresa desenvolve o Parker, ferramental próprio de aprendizado de máquina

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos