TST confirma acordo que permite flexibilização da jornada de trabalho

A Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC) do Tribunal Superior do Trabalho rejeitou recurso em que o Ministério Público do Trabalho (MPT) pedia a nulidade da cláusula de acordo coletivo entre os Sindicatos dos Trabalhadores e das Empresas de Transportes Rodoviários de Pelotas (RS) que flexibiliza a jornada de trabalho. A adequação feita pela SDC diz respeito apenas à necessidade de concessão de intervalo intrajornada de no mínimo 30 minutos para jornadas superiores a seis horas.

Jornada ininterrupta

O acordo, homologado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS), permitia a adoção de jornada ininterrupta de 7h20min sem redução de salário. Ao recorrer contra essa cláusula, o MPT sustentava que o intervalo intrajornada constitui medida de higiene e segurança do trabalho e, se suprimido, acarreta prejuízos à saúde e à segurança do empregado. Segundo o MPT, o TRT, ao homologar o acordo, teria violado a Súmula 437 do TST, segundo a qual é inválida cláusula de acordo ou de convenção coletiva de trabalho que contemple a supressão ou a redução do intervalo intrajornada.

Reforma Trabalhista

O relator do recurso, ministro Ives Gandra, observou que o acordo foi homologado em março de 2019 – na vigência, portanto, da Lei 13,467/2017 (Reforma Trabalhista). Segundo o ministro, o parágrafo 1º do artigo 611-B da CLT, introduzido pela reforma, ao dispor sobre direitos que não podem ser reduzidos ou suprimidos por norma coletiva, excluiu expressamente as regras sobre duração do trabalho e intervalos, que não são consideradas normas de saúde, higiene e segurança do trabalho para fins de negociação.

No entanto, ainda que seja possível flexibilizar a duração do trabalho, o artigo 611-A da CLT prevê, no inciso III, que a negociação deve respeitar o intervalo intrajornada mínimo de 30 minutos para jornadas superiores a seis horas. Com base nesse dispositivo, a SDC deu provimento ao recurso apenas para adequar a redação da cláusula e incluir a concessão do intervalo de 30 minutos.

A decisão foi unânime.

Processo: RO-22003-83.2018.5.04.0000

 

FONTE: http://ruediger.adv.br/

Publicado em: 09/12/2019 06:00:15

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

A história do SEPROSC teve início há 34 anos

A história do SEPROSC teve início há 34 anos

O SEPROSC foi criado com a missão de representar todo esse novo conjunto de empresas..

Conheça as principais inovações em RH para aplicar na sua empresa

Conheça as principais inovações em RH para aplicar na sua empresa

O RH é um departamento cada vez mais importante para o sucesso da empresa, por isso é foco de constantes inovações e desenvolvimento de novas tecnologias. As inovações em RH tornam o departamento ainda mais estratégico, funcional e ágil para o cre

Ações de endomarketing: 9 ideias divertidas para engajar sua equipe

Ações de endomarketing: 9 ideias divertidas para engajar sua equipe

Uma empresa é feita de pessoas, são elas que cuidam com todo carinho dos clientes, da produção e dos processos da organização. Ter funcionários apaixonados pelo trabalho pode fazer toda a diferença e trabalhar ações de endomarketing certamente i

Relatório Anual de Atividades - 2019

Relatório Anual de Atividades - 2019

Está disponível o relatório anual de atividades de 2019 do Seprosc

SEPROSC fecha 2019 com programação intensa e planeja expansão para 2020

SEPROSC fecha 2019 com programação intensa e planeja expansão para 2020

Um dos destaques foi a implantação do sistema de videoconferência

TST confirma acordo que permite flexibilização da jornada de trabalho

TST confirma acordo que permite flexibilização da jornada de trabalho

A Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC) do Tribunal Superior do Trabalho rejeitou recurso em que o Ministério Público do Trabalho (MPT) pedia a nulidade da cláusula

Itajaí avança na automatização e agilidade na liberação de documento junto à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDUH)

Itajaí avança na automatização e agilidade na liberação de documento junto à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDUH)

A cidade está recebendo novos módulos do sistema que permitem a consulta e emissão digital de licenças para obras

Prefeito de Blumenau e presidente do Blusoft no Case 2019

Prefeito de Blumenau e presidente do Blusoft no Case 2019

O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt e o presidente do Blusoft, Henrique Bilbao, proferiram palestra na manhã desta sexta durante o Case 2019, maior evento latino-americano voltado para startups.

Modernização das NRs e SST: quais as consequências?

Modernização das NRs e SST: quais as consequências?

Para que o eSocial possa ser simplificado, muitas regras e legislações já existentes precisarão ser alteradas.

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos