A importância da Convenção Coletiva de trabalho

Toda relação empregado e empregador deve ser regida pelas leis do país e pautada pela moral e ética. Para garantir o melhor relacionamento possível entre as duas partes, existem órgãos que fiscalizam ambas as classes, e ações que procuram manter uma relação justa entre patrões e empregados.

Dentre essas ações, podemos citar a Convenção Coletiva de trabalho - CCT. Porém, antes de falarmos sobre CCT e sua devida importância nas relações trabalhistas, vamos esclarecer os significados das palavras empregador e empregado.

Empregador, segundo o artigo 2º da CLT é “a empresa, individual ou coletiva, que assumindo riscos da atividade econômica, admite, assalaria e dirige pessoal de serviços”. Assemelham-se ao empregador, somente para fins de relação de emprego, os profissionais liberais, as instituições beneficentes, associações recreativas e demais instituições sem fins lucrativos, que contratem trabalhadores como empregados.

Empregado, de acordo com o artigo 3º da CLT é “toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário.” Dessa forma, as relações trabalhistas acontecem entre um empregado e um empregador.

Nesse âmbito de relacionamento entre trabalhadores, existe o ato jurídico da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), ou seja, um acordo regulamentário é assinado, gerando obrigações e direitos entre as partes, empregados (Sindicato dos Trabalhadores) e empregadores (Sindicato Patronal). Esse acordo deve ser respeitado durante o processo vigente.

O objetivo da Convenção Coletiva é estabelecer condições de trabalho complementares à atual Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). É na CCT que são estabelecidas as regras nas relações trabalhistas, e é importante ressaltar que as cláusulas estabelecidas na Convenção, se restringem aos trabalhadores daquela categoria e região, não podendo também ferir os direitos previstos na legislação.

De importância fundamental, tanto para os empregadores como para os empregados, a Convenção Coletiva beneficia os trabalhadores a partir do momento em que cria condições melhores para a classe, do que as asseguradas por lei.

Discutindo e negociando questões como normas trabalhistas, jornada de trabalho, piso salarial, alteração e revezamento de turnos, etc., a CCT é a principal ferramenta para certificar e monitorar a manutenção das condições trabalhistas de cada categoria e localidade, sendo uma forma eficaz de garantir equilíbrio e harmonia nas relações entre capital e trabalho.

 

 

Publicado em: 07/11/2019 07:00:26

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

TRT mineiro confirma condenação de testemunha por litigância de má-fé com amparo na reforma trabalhista

TRT mineiro confirma condenação de testemunha por litigância de má-fé com amparo na reforma trabalhista

A Quinta Turma do TRT-MG manteve sentença que condenou uma testemunha ao pagamento de multa por litigância de má-fé, no valor de R$ 2 mil.

A importância da Convenção Coletiva de trabalho

A importância da Convenção Coletiva de trabalho

O objetivo da Convenção Coletiva é estabelecer condições de trabalho complementares à atual Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Empresário de TI que venceu o câncer de próstata descreve a experiência em livro

Empresário de TI que venceu o câncer de próstata descreve a experiência em livro

Associado do SEPROSG narra drama pessoal para incentivar prevenção

Laboratório e gerente conseguem homologação de acordo extrajudicial para encerrar contrato

Laboratório e gerente conseguem homologação de acordo extrajudicial para encerrar contrato

Em janeiro de 2018, o laboratório e o gerente pediram ao juízo da Vara do Trabalho de Santo André (SP) que homologasse a transação extrajudicial por meio do qual o contrato de trabalho havia sido encerrado, a fim de evitar futuras disputas judiciais.

Assinada a Convenção Coletiva 2019/2020

Assinada a Convenção Coletiva 2019/2020

Comunicamos que a convenção coletiva de trabalho está assinada.

Nova Solução ISS Digital da GOVBR

Nova Solução ISS Digital da GOVBR

Prefeitura de Silva Jardim participa de projeto piloto da solução

Edusoft inaugura nova sede

Edusoft inaugura nova sede

Na segunda-feira, dia 21/10, a Edusoft realizou mais um grande sonho: a inauguração de sua nova sede.

Modernização das NRs e SST: quais as consequências?

Modernização das NRs e SST: quais as consequências?

Entenda as alterações nas NRs 24, 28 e 3. Para que o eSocial possa ser simplificado, muitas regras e legislações já existentes precisarão ser alteradas.

Aviso-prévio indenizado não integra salário de contribuição para o INSS

Aviso-prévio indenizado não integra salário de contribuição para o INSS

Aviso-prévio indenizado não integra salário de contribuição para o INSS18/10/2019

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos