A importância da Convenção Coletiva de trabalho

Toda relação empregado e empregador deve ser regida pelas leis do país e pautada pela moral e ética. Para garantir o melhor relacionamento possível entre as duas partes, existem órgãos que fiscalizam ambas as classes, e ações que procuram manter uma relação justa entre patrões e empregados.

Dentre essas ações, podemos citar a Convenção Coletiva de trabalho - CCT. Porém, antes de falarmos sobre CCT e sua devida importância nas relações trabalhistas, vamos esclarecer os significados das palavras empregador e empregado.

Empregador, segundo o artigo 2º da CLT é “a empresa, individual ou coletiva, que assumindo riscos da atividade econômica, admite, assalaria e dirige pessoal de serviços”. Assemelham-se ao empregador, somente para fins de relação de emprego, os profissionais liberais, as instituições beneficentes, associações recreativas e demais instituições sem fins lucrativos, que contratem trabalhadores como empregados.

Empregado, de acordo com o artigo 3º da CLT é “toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário.” Dessa forma, as relações trabalhistas acontecem entre um empregado e um empregador.

Nesse âmbito de relacionamento entre trabalhadores, existe o ato jurídico da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), ou seja, um acordo regulamentário é assinado, gerando obrigações e direitos entre as partes, empregados (Sindicato dos Trabalhadores) e empregadores (Sindicato Patronal). Esse acordo deve ser respeitado durante o processo vigente.

O objetivo da Convenção Coletiva é estabelecer condições de trabalho complementares à atual Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). É na CCT que são estabelecidas as regras nas relações trabalhistas, e é importante ressaltar que as cláusulas estabelecidas na Convenção, se restringem aos trabalhadores daquela categoria e região, não podendo também ferir os direitos previstos na legislação.

De importância fundamental, tanto para os empregadores como para os empregados, a Convenção Coletiva beneficia os trabalhadores a partir do momento em que cria condições melhores para a classe, do que as asseguradas por lei.

Discutindo e negociando questões como normas trabalhistas, jornada de trabalho, piso salarial, alteração e revezamento de turnos, etc., a CCT é a principal ferramenta para certificar e monitorar a manutenção das condições trabalhistas de cada categoria e localidade, sendo uma forma eficaz de garantir equilíbrio e harmonia nas relações entre capital e trabalho.

 

 

Publicado em: 07/11/2019 07:00:26

Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp

Notícias

A história do SEPROSC teve início há 34 anos

A história do SEPROSC teve início há 34 anos

O SEPROSC foi criado com a missão de representar todo esse novo conjunto de empresas..

Conheça as principais inovações em RH para aplicar na sua empresa

Conheça as principais inovações em RH para aplicar na sua empresa

O RH é um departamento cada vez mais importante para o sucesso da empresa, por isso é foco de constantes inovações e desenvolvimento de novas tecnologias. As inovações em RH tornam o departamento ainda mais estratégico, funcional e ágil para o cre

Ações de endomarketing: 9 ideias divertidas para engajar sua equipe

Ações de endomarketing: 9 ideias divertidas para engajar sua equipe

Uma empresa é feita de pessoas, são elas que cuidam com todo carinho dos clientes, da produção e dos processos da organização. Ter funcionários apaixonados pelo trabalho pode fazer toda a diferença e trabalhar ações de endomarketing certamente i

Relatório Anual de Atividades - 2019

Relatório Anual de Atividades - 2019

Está disponível o relatório anual de atividades de 2019 do Seprosc

SEPROSC fecha 2019 com programação intensa e planeja expansão para 2020

SEPROSC fecha 2019 com programação intensa e planeja expansão para 2020

Um dos destaques foi a implantação do sistema de videoconferência

TST confirma acordo que permite flexibilização da jornada de trabalho

TST confirma acordo que permite flexibilização da jornada de trabalho

A Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC) do Tribunal Superior do Trabalho rejeitou recurso em que o Ministério Público do Trabalho (MPT) pedia a nulidade da cláusula

Itajaí avança na automatização e agilidade na liberação de documento junto à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDUH)

Itajaí avança na automatização e agilidade na liberação de documento junto à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDUH)

A cidade está recebendo novos módulos do sistema que permitem a consulta e emissão digital de licenças para obras

Prefeito de Blumenau e presidente do Blusoft no Case 2019

Prefeito de Blumenau e presidente do Blusoft no Case 2019

O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt e o presidente do Blusoft, Henrique Bilbao, proferiram palestra na manhã desta sexta durante o Case 2019, maior evento latino-americano voltado para startups.

Modernização das NRs e SST: quais as consequências?

Modernização das NRs e SST: quais as consequências?

Para que o eSocial possa ser simplificado, muitas regras e legislações já existentes precisarão ser alteradas.

Receba as novidades em seu e-mail!



Agenda Seprosc

Agenda Eventos